Assistência rápida em situações de emergência com a "DocStop"

jun 2017

Infraestructura

Esta ação é, na verdade, algo muito especial. E, até agora, única em toda a Europa: referimo-nos à iniciativa DocStop, criada em 2007 e apoiada, entre outros, pela DEKRA, que assumiu a tarefa de prestar um contributo para uma maior segurança rodoviária e para a segurança no local de trabalho dos motoristas de autocarros e dos motoristas profissionais no setor dos transportes. O ponto de partida foi a ideia de Rainer Bernickel, promotor da iniciativa DocStop, segundo a qual é imprescindível uma prestação de assistência rápida caso surjam problemas de saúde durante as deslocações. Nomeadamente, assistência profissional, pois a frequentemente utilizada automedicação não leva, na maior parte das vezes, aos resultados desejados.

Para evitar a ocorrência de acidentes devido a restrições por motivos de saúde, a DocStop criou, ao longo dos anos, uma rede que integra, entretanto, mais de 700 médicos e clínicas, áreas de serviço, terminais rodoviários e empresas de transporte, como pontos de contacto ao longo das autoestradas e dos principais eixos rodoviários.

Nos pontos DocStop, identificáveis no logótipo DocStop verde e azul, e através da linha de assistência telefónica com o número 01805 112 024, os condutores têm à sua disposição uma forma de contacto, em caso de necessidade, que lhes fornece de imediato informações sobre um médico ou uma clínica nas proximidades para receberem o respetivo tratamento e prosseguirem viagem, se o diagnóstico assim o permitir, depois de recebida a assistência médica adequada. "Afinal, apenas um condutor saudável pode ser um condutor seguro, que não se coloca nem a si nem aos outros utentes da estrada em perigo", salienta Joachim Fehrenkötter, gestor da empresa de transportes alemã com o mesmo nome e presidente voluntário da DocStop.

Há muito tempo que os promotores da DocStop já estenderam as suas atividades também a outros países. Na Dinamarca, por exemplo, através da colaboração com a associação de empresas de transporte dinamarquesa, existem desde 2013 quatro pontos de informação DocStop. Já na Polónia, mais de 50 médicos e pontos de contacto pertencem, entretanto, a esta rede. Nos Países Baixos, a primeira estação DocStop foi inaugurada em abril de 2015, ao passo que, na Áustria, estão até hoje disponíveis sete pontos de contacto. Atualmente, esta iniciativa presta o seu apoio na fundação de uma associação DocStop na República Checa, estando também em curso negociações intensas com parceiros na Hungria e em França.

Partilhar página