O seu navegador está desatualizado.

O Internet Explorer deixou de ser suportado. Por favor, utilize outro navegador, para uma melhor qualidade do website.

Criança desrespeita regras de prioridade

mai 2019

Exemplos de acidentes

Agravamento devido a obstáculos visuais

Circunstâncias do acidente:
O condutor de um automóvel circulava numa estrada prioritária numa zona residencial. Uma criança de oito anos, que, do ponto de vista do condutor do automóvel, vinha da direita de um entroncamento na sua bicicleta, pretendia atravessar para o outro lado da estrada. Ocorreu uma colisão entre a dianteira do automóvel e o ciclista.

Pessoas envolvidas no acidente:
Condutor do automóvel e criança de bicicleta

Consequências do acidente/ferimentos:
A criança foi projetada da bicicleta devido ao impacto e ficou gravemente ferida.

Causa/problema:
A criança não respeitou a prioridade de passagem do automóvel. O condutor do automóvel apenas viu a criança tarde demais devido a vários obstáculos visuais (automóvel estacionado + caixas de distribuição elétrica). Segundo testemunhas, a criança circulava muito depressa.

Possibilidades de prevenção, redução das consequências do acidente/ abordagem às medidas de segurança rodoviária:
O condutor do automóvel apenas poderia ter evitado o acidente se anteriormente seguisse a uma velocidade de, no máximo, 42 km/h. Um assistente de travagem de emergência automático teria reduzido substancialmente a velocidade de colisão, mesmo a 50 km/h. Por parte da criança, o acidente poderia ter sido evitado, se tivesse cumprido as regras de trânsito e dado prioridade ao automóvel. Uma bandeirola especialmente concebida para bicicletas de crianças e atrelados de bicicletas, colocada numa barra flexível, poderia ter permitido uma visibilidade mais atempada, uma vez que a bandeirola ficaria acima dos obstáculos visuais.

Partilhar página