O seu navegador está desatualizado.

O Internet Explorer deixou de ser suportado. Por favor, utilize outro navegador, para uma melhor qualidade do website.

Os serviços de socorro desempenham um papel importante na "Visão Zero"

fev 2022

notícias e ações

Chamada de emergência

"Numa emergência, muitas vezes, cada segundo conta", afirma Markus Egelhaaf, investigador de acidentes da DEKRA. "Independentemente de se tratar, por exemplo, de um incêndio, um acidente doméstico ou um acidente rodoviário, é importante que as equipas de socorro sejam contactadas o mais rapidamente possível. Saber de cor o número de emergência ajuda a não perder tempo. E isso é mais fácil desde que o 112 começou a ser usado uniformemente em toda a UE."

Precisamente no trânsito rodoviário, os serviços de socorro, constantemente aperfeiçoados, têm prestado nas últimas décadas um importante contributo para que o número de vítimas mortais desça – a par de melhorias na tecnologia dos veículos e nas infraestruturas, bem como de diligências em relação ao fator humano. Segundo o especialista da DEKRA, "quanto mais rapidamente as equipas de socorro forem informadas após um acidente rodoviário, mais vidas humanas podem ser salvas".

Chamada de emergência

"A introdução do eCall nos veículos modernos constituiu aqui um avanço importante." Todos os modelos de veículos novos matriculados desde abril de 2018 devem ter este sistema a bordo. Após um acidente grave, estabelece automaticamente uma ligação telefónica do veículo para o número de emergência 112 ou um call center do fabricante do veículo e, ao mesmo tempo, transmite um conjunto mínimo de dados, nomeadamente, a posição exata do veículo, a hora do acidente, a matrícula e o sentido de marcha. "Com base nestes dados, o serviço de salvamento pode reagir com rapidez, mesmo que ninguém no veículo esteja capaz de falar com a central de emergência."

O 112 não está instituído como número de emergência único apenas em todos os estados da UE. Outros países europeus, como a Suíça, Islândia ou Noruega, adotaram a mesma medida. Também fora da Europa o 112 está a tornar-se cada vez mais comum como número de emergência. Em todos os países que utilizam o 112 existe uma central de emergência com assistência permanente por profissionais especializados de onde as forças operacionais são enviadas diretamente ou a chamada é encaminhada para a central de emergência aplicável.

Partilhar página