Veículo ligeiro de passageiros colide com veículo pesado de mercadorias

jun 2018

Exemplos de acidentes

Circunstâncias do acidente:
Um condutor de veículo ligeiro de passageiro conduzia na faixa da direita de uma autoestrada a uma velocidade muito alta (cerca de 160 km/h), descontroladamente em relação aos veículos pesados de mercadorias que seguiam corretamente à sua frente. O veículo ligeiro de passageiros embateu descontroladamente, chegando até aos assentos frontais do veículo pesado de mercadorias. Não foi possível encontrar no local do acidente indícios que pudessem comprovar medidas defensivas do guiador do veículo ligeiro de passageiro por parte do condutor, antes da colisão. As inspeções ao sistema de iluminação traseira do veículo pesado de mercadorias mostraram que se encontrava a funcionar e também ligado no momento da colisão. O veículo pesado de mercadorias também estava equipado com painéis refletores vermelho e amarelos na parte traseira.

Veículos:
Veículo ligeiro de passageiros, veículo pesado de mercadorias

Consequências do acidente/Ferimentos:
O condutor do veículo ligeiro de passageiros morreu devido à profunda penetração na carroçaria do veículo pesado de mercadorias, no compartimento de passageiros.

Causa/Problema:
Do ponto de vista dos peritos, a causa do acidente é exclusivamente a condução sem reação do condutor do veículo ligeiro de passageiros em relação ao veículo pesado de mercadorias, claramente visível por trás. As consequências graves são resultado da falta de compatibilidade entre veículos ligeiros de passageiros e veículos pesados de mercadorias, bem como da enorme diferença de velocidade, o que significa que a zona de deformação do veículo ligeiro não tem efeito.

Possibilidades de prevenção, redução das consequências do acidente/abordagem às medidas de segurança rodoviária:
Com um assistente automático de travagem de emergência, este acidente poderia ter sido evitado ou, pelo menos, as suas consequências poderiam ter sido atenuadas para o condutor do veículo ligeiro de passageiros. Com um manuseamento atento e concentrado do guiador do veículo ligeiro de passageiros, o acidente fatal teria sido evitável. A alta velocidade do veículo ligeiro de passageiros favoreceu a gravidade dos ferimentos. Da parte do veículo pesado de mercadorias, os sistemas de proteção contra embate traseiro por baixo mais eficazes, ainda têm um grande potencial.

Partilhar página